Eles passarão , eu passarinho. - Mario Quintana

domingo, 30 de outubro de 2016

Quem não nos faz bem estando por perto, o bem faz estando longe...

Porque existem pessoas que não importa se o dia está bonito ou feio , a vida delas é sempre feia, alimentam e cultivam o pessimismo , apontam e julgam as escolhas dos outros como se fossem detentores de todos os saberes e todas as razões ... Para isso unicamente digo ,quem aponta com o mesmo dedo será apontado , quem julga com o mesmo ardor será julgado , e eu terei muita paciência para ver o dito acontecer mas antes prefiro me afastar. Quem não nos faz bem estando por perto,  o bem faz estando longe...

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Quem roubou nossa coragem?


Em cada estrofe e em cada frase encontro cada vez mais sentido nas palavras limpas do meu poeta preferido. Ele é imortal ,  basta escutá-lo para nosso estado de espírito mudar.
Muitas vezes me pergunto quem roubou nossa coragem ,principalmente quando ficamos indiferentes a situações em que poderíamos talvez não mudar o mundo mas contribuir para melhorá-lo.
Acredito que o Sol nasce para todos e nos faz lembrar e ver que o caminho é um só : o caminho do bem! Então sigamos sempre em frente... 





Quando o Sol Bater Na Janela do Teu Quarto
Legião Urbana
  

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

Por que esperar
Se podemos começar
Tudo de novo?
Agora mesmo

A humanidade é desumana
Mas ainda temos chance
O sol nasce pra todos
Só não sabe quem não quer

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

Até bem pouco tempo atrás
Poderíamos mudar o mundo
Quem roubou nossa coragem?

Tudo é dor
E toda dor vem do desejo
De não sentirmos dor

Quando o sol bater
Na janela do teu quarto
Lembra e vê
Que o caminho é um só

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Basta desaprender o receio de mudar...

Para refletir, nesta noite que voltam as chuvas em Bom Princípio...
Todos ficamos tristes com as cheias que ocorrem por aqui, o Rio Caí transborda, o arroio Forromeco também , assim como as dores desse povo tão judiado. A região do vale do caí vem se destacando anualmente com esta situação caótica , famílias e mais famílias desabrigadas , pessoas perdem tudo todos os anos , qual deve ser à motivação desse povo... existem comentários julgadores  onde "pessoas julgam pessoas" dizendo que elas voltam para essa situação porque querem... Não consigo acreditar que tantas pessoas queiram a mesma coisa, viver a beira da insegurança e incerteza. Muito fácil criticar as famílias e nada fazer por ninguém , ficar em casa no sequinho , ir dormir reclamando da chuva que não pára, e que a roupa não está secando, ou melhor ainda postar alguns selfies ou fotos de ostentações enquanto metade da população de sua região se quer tem uma casa segura para desfrutar. Sou realmente muito intensa e talvez mais julgadora do que os críticos que a pouco ressaltei , mas nesse momento meu julgamento ainda está inflamado e apenas rezo para que essas pessoas não precisem passar mais por isso , não este ano.

Desaprender para aprender. Deletar para escrever em cima.Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida. Basta desaprender o receio de mudar. (MARTHA MEDEIROS)

domingo, 23 de outubro de 2016

Gambá com Gambá

E hoje o "tio Google" lembrou-me da existência desta página... Eu realmente nem lembrava mais que havia criado este blog, inicialmente apenas para salvar vídeos de minha preferência e tê-los como uma espécie de atalho para assistir sem precisar carregá-los no youtube. No entanto não imaginava que tantas pessoas visualizassem os meus posts.Quando entrei nas configurações da conta haviam vários comentários aguardando avaliação (todos já fazem muitos anos que foram lançados) , por este motivo não irei responde-los porque alguns endereços nem existem mais. Muitas coisas mudaram desde o ultimo post mas o que não mudou foi a minha vontade de escrever, tenho muito gosto por esta arte , a qual evidencio minha imaturidade e falta de experiência, pois apenas escrevo como hobby , para aliviar dores , as palavras sempre auxiliaram -me quando precisei fugir da realidade. Aos poucos irei modificando algumas coisas , mantendo outras ( adorei reler publicações de anos atrás , nos provam o quanto mudamos e amadurecemos), também visitarei mais blogs e páginas similares gostei da troca com outros escritores anônimos, prometo ser menos desleixada com minha vida virtual,( acreditem não consigo desapegar da vida carnal kkkk)não consigo valorizar mais imagens do que ações. Mas prometo ser mais caprichosa com o blog , emails, whatsapp , facebook e afins. E para finalizar estes humildes dizeres , socializo este texto da minha fonte de tantas inspirações, a genial Martha Medeiros que através da crônica "Gambá com Gambá" nos deixa tantas mensagens , não somente a que está explicita e sim a implícita e que toca na realidade de cada um ... e para mim diz o seguinte: - onde encontramos nossas semelhanças, ali começam nossas diferenças. E fica a reflexão...